Na cosmologia pessoal do roteirista Chris Claremont, a Fênix representa a paixão primordial da criação. A fagulha que deflagra o Big Bang e também a chama que consome o que restou ...